Como fazer uma estação de tratamento de água

Já sabemos, de acordo com os dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), 2017, que somente 52,36% da indivíduos evidencia acesso à coleta de esgoto e 46% dos esgotos do país são tratados. Já em correlação ao entrega de água, 83,5% dos brasileiros são atendidos com este primordial recurso, totalizando aproximadamente 35 milhões de brasileiros sem o acesso a esse serviço básico.


A água é uma coisa surpreendentemente primordial para nossas vidas, e antes de alcançar as nossas casas, a mesma necessita-se de vários estágios de tratamento para que se torne bebível e sadio para uso. Entenda agora um pouco melhor o percurso que nossas águas fazem ao longo seu tratamento.


A água para ser fraude passa pela época de tratamento de água (ETA), que é um local em que faz a lavatório da água captada de qualquer fonte para torná-la própria para o uso e dessa maneira utilizá-la para fornir a indivíduos.

A apreensão da água geralmente é feita em rios ou represas que possam complementar a pleito por água da indivíduos e das indústrias, há similarmente a apreensão das águas superficiais, a partir de poços perfurados.


Antes de ir para o sistema de subdivisão de água, a mesma passa por processos de tratamento com muitas etapas. Estes processos são capazes de ser físicos e químicos, fazendo com que a água obtenha todas as características necessárias para que a tornem própria para o nosso uso.


Conheça as etapas do tratamento de água


A água bruta ( sem tratamento e imprópria ao uso humano ) é captada de mananciais, reservatórios hídricos usados para o entrega de água.


Nessa etapa a água passa por um gradeamento ( sistema de grades) que impossibilita a chegada de generalidades grosseiros contidos na água, como folhas, galhos e troncos, por exemplo, na ETA.


Daí a água segue para a desarenação, no qual acontece a retirada de cálculo por sedimentação, otimizando o processamento de pré-tratamento da água, apenas por isso a ela é bombeada para a época de tratamento.


Adução


Transporte de água do origem ao tratamento ou da água fraude ao sistema de subdivisão, geralmente a partir de bombas que levam a água captada até a ETA.


Coagulação


Nessas águas que serão tratadas há impurezas cujas partículas são pequenas, elas não se sedimentam ( não se depositam no fundo do recipiente ) sob a atuação da peso.


Dessa forma, é preciso aumentar à água coagulantes químicos. Frequentemente, aqui no Brasil, o coagulante empregado é o sulfato de alumínio (Al2(SO4)3).


Este produto favorece a casamento das partículas e impurezas da água, facilitando a retirada na decantação. Estes coagulantes são insolúveis na água e geram íons positivos (cátions) que atraem as impurezas carregadas negativamente nas águas.


Floculação


A água é agitada vigorosamente por cerca de 30 segundos por um anarquista braçal, com a intenção de reforçar a dissipação do coagulante. Em seguida o sistema é exagitado lentamente, permitindo o contato entre as partículas.


Etapa na qual a água é submetida à espalhafato mecânica, para que as impurezas formem flocos maiores e mais pesados.


Decantação


Decantação é principalmente o postura de guardar, por meio da peso, os sólidos sedimentáveis que estão contidos em uma saída líquida. Os sólidos sedimentam no fundo do decantador de no qual acabam sendo removidos como baboseira, enquanto o efluente, desocupado dos sólidos, decanta pelo vertedouro.


Filtragem


A água decantada é encaminhada às unidades filtrantes no qual é realizado o processamento de coação. Consiste em mudar a água a partir de Filtros formados por camadas de cálculo grossa, cálculo fina, cascalho, pedregulho e hulha, capazes de reter os flocos que passam sem decantar-se, ou outras impurezas.


Desinfecção


É feita uma última acrescentamento de cloro no líquido antes de sua saída da Época de Tratamento. Ela protege que a água fornecida chegue isenta de bactérias e vírus até a casa do consumidor. Água recebe acrescentamento de cloro, flúor e controle do PH.


Reservação

Saiba Mais: Tudo sobre estação de tratamento de água


A água é armazenada em reservatórios, com duas finalidades: Preservar a consistência do entrega e reparar às confrontos excessivas, como as que ocorrem nos períodos de calor intenso ou no momento em que, ao longo o dia, usa-se muita água ao mesmo tempo.


Quanto à sua opinião em correlação ao solo, os reservatórios são classificados em subterrâneos (enterrados), apoiados e elevados.

FONTE: https://www.r7.com